domingo, 10 de abril de 2011

09/04/11 - Too, Cvel, Seu Alfredo

12:18h sai de too rumo a Cvel pra encontrar a galera... levei 40 min até Sede alvorada, mais uns 40 ate o posto stop e no final, 1:38h todo o trecho até a casa dos meus pais. O tempo estava até q bom... pouco vento (mas era contra) e boa parte do trecho nublado. Cheguei em Cvel, foi só o tempo de pegar mais agua gelada, e seguir para nosso bat local. Até a catedral, foram 2h de pedal, 43 km e media de 23km/h. E voltamos para a bike... seguimos sentido rio da paz e dobramos a esquerda na policia... o trecho estava com muitas pedras soltas, pq a prefeitura estava arrumando a estrada... logo na inicio da descida, encontramos o primeiro grupo do cambota ajeitando a corrente de uma bike... um pouco mais abaixo, outro grupo, mas dai não sei oq estavam fazendo... passamos por eles e descemos mais cautelosos aquele trecho devido as inumeras pedras. Teve gente q nao posso dizer quem era, que falou q tinha q capa quem tinha jogado as pedras naquela estrada.. mas qdo chegamos lá em baixo e vimos o pessoal ajeitando a estrada, ele nem abriu a boca... hehehe, rabinho entre as pernas... hehehhehe, depois aquela gostosa subida.. maravilhosa, bem desafiante, onde eu, tive q empurrar na parte final, muitas pedras soltas.. mas mesmo empurrando, cheguei junto com aquele "ciclista da specialized branca". Lá em cima, estava o outro grupo do cambota, q eu acho q tiveram q esperar bastante toda a galera chegar... de la continuamos e pegamos aquele trecho sabao. Eu pensei que estaria mais seco lá, e tranquilo, engano meu... logo no inicio, dei uma atravessada na bike, mas com muita sorte, nem o pe no chao coloquei, ajeitei a magrela e segui.. o didio atras só de olho na cena... seguimos nos dois num ritmo bem tranquilo e na base do freio... a galera q estava na frente, falou q tinha um cara da speciolized branca que não deixava o pessoal de tras passar por ele, e nao conseguia soltar o freio, pq falava que o piso estava liso... Chegamos lá em baixo, e seguimos no giro... como sempre, bastante pedras naquele trecho tb, mas até q dava pra fazer uma velocidade boa... aquele individuo da bike branca estava com marcacao comigo tb, pq freiava na descida, e eu nao conseguia mudar de pista... num determinado momento, descida e curva, joguei a bike de lado pra ultrapassar ele, mas dai ele acelerou e eu fui tentar pegar uns milhos na beirada do asfalto, só nao consegui pegar pq tinham algumas pedras no meio do caminho... e nessa minha abertura, o Jair alem de ver toda a cena, passou chutado por mim... um pouco depois, minha corrente enrolou e tivemos que parar pra ajeitar ela, tudo ok, seguimos para seu alfredo. E lá, coca, pacoca, banana e risos como sempre... Voltamos a galopar nossas magrelas, e seguimos até a rodovia. Lá nos separamos, pois eu tinha um casamento a noite, e tinha que chegar mais cedo... Deixei o pessoal por lá, e segui solo pra city... A volta foi tranquila, só asfalto, tempo bom, e sem muito vento. Cheguei na 277, o movimento da rodovia estava grande, os policiais multando a galera com exesso de velocidade e tudo certo... na cidade, encontrei mais um quarteto tomando sorvete na avenida, já conhecia metade do pessoal e fiquei com eles seguindo até em casa... e o pedal foi esse...

Já a nossa galera, pelo oq eu sei, subiram o thermas, dobraram a direita no ponto de onibus e sairam na cajati.... nao sei o km deles e os detalhes...

Foram 82km, média de 20,7km/h max.51km/h e 4h de pedal... Ja descobriram quem era o cara da Speciolized branca?? confira a primeira foto.. Um abraço a todos...

3 comentários:

Anônimo disse...

Geovani, vai ter que suar muito pra pedalar ao meu lado, abraços "escalador frances"

Anônimo disse...

To achando que esse escalador Frances, esta mais para escalador Paraguaio...hehehe

Cascavel Bikers disse...

Não sei quem escreveu ai em cima, mas tb gostei... hehehe