quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

19/02/11 - Seu Alfredo

Partimos o pedal em 6 integrantes.... fortes, felizes e dispostos a novos caminhos... e descobrimos sem querer. Comecamos pela estrada do rio da Paz, e na policia, entramos a esquerda. Lá comecamos a descer a toda né, como sempre, e por incrivel que pareca estava na frente.. girando a 58km/h, qdo vi um barro e pensei em desviar, ouvi o jair do meu lado, e com isso, passei pelo barro.... e foi barro pra todo o lado, oculos, camelbak, roupa, pernas, bracos, e tudo mais.... bem no final da descida, proxima a ponte o pessoal ja estava lá cuidando da limpeza do rio, devido aquele combustivel que caiu no rio. Continuamos, solzão gostoso, e aquela pequena subida cheia de pedra, onde acabei empurrando a bike, depois de uns deslizes.... mas nada de cair. De lá, passamos por aquela descida ensaboada, onde mais uma vez a minha bike comecava a sambar de um lado para outro. Com isso,fui para o final da fila, e pra minha felicidade, o Luis caiu na minha frente, passei na frente dele e segui bem devagar ate o final, passamos pelo lamaçal e seguimos para o seu Alfredo. Lá, encontramos o Jair o filho dele e mais dois amigos pedalando, e o filho dele estava com aquela bike com pneu 5.0, será q era isso mesmo??? bike de downwill... só nao pergunte como foi a volta, pq aquela magrela é pesada pra caramba.... pegamos o asfalto e subimos até o ponto de onibus em cima to thermas... jair na frente, Luis me passando na reta final e a galera chegando meio junto. Lá, entramos a esquerda e terra novamente, querendo sair na Cajati, e em algum lugar erramos, e saimos na ferroeste. O interessante, foi que descobrimos um trecho novo, com algumas subidas e descidas, e lugares cercado por arvores.... Pra pedalar com o nosso grupo, a resistencia nas pernas é fundamental, mas o principal é ter senso de humor, não é washington?? depois de cantarmos para ele uma musica funebre, e rir bastante dele, ele se superou e nao xingou ninguem... dá pra acreditar?? claro que não né... senao não seria o cabeção.... alguns falaram que ele empurrou a bike lá atras, outros falaram que empurraram ele pq estava sem folego, outros, falaram que a lingua estava enrolando no pneu da bike.. nao posso confirmar as informações, mas confio nas fontes... heheehhe.... De lá, pegamos a 277, paramos no posto pra pegar agua, e voltamos a girar... depois do show rural, vc pode ir pela terra do posto até o cataratas quase, muitas estradas laterais... e na cidade, qdo falei pro washington que eu tinha bcaa, e tinha tomado uma no thermas, o cara quase ficou louco "pq nao me deu uma, nao viu q eu estava morto??" nem preciso falar que me xingou novamente né, salve o cabeção......

E o pedal foi assim.... foram 62 km, média de 17km/h, 3:30h de pedal e max de 58km/h

Fotos... confiram...
https://picasaweb.google.com/giovanetreter/11_02_19SeuAlfredo?authkey=Gv1sRgCKrNuOriwoDbQg#

Um abraço a todos,


ATENÇÃO.... SABADO VOLTA O HORARIO NORMAL.... 14:30... NÃO SE ATRASEM HEIN....

2 comentários:

José Emilio de A. disse...

Pedal Classe A, só a nata!!
Saudades de Galera!
E o pedal das Serras, vamos???
Gigio, seu Blog está cada ve melhor, parabéns pela sua dedicação a nossa paixão, o Ciclismo!

Grande abraço...

Adilson Amaral disse...

Olá pessoal, sou de Assis Chateaubriand e também andamos de bike em nossa cidade e região. Gostaria de convidar os amigos para um sábado destes virem pra cá ára fazermos umas trilhas por aqui. Temos a região do Município de Jesuítas com belas paisagens e claro boas subidas. Fico no aguardo um abraço. Adilson Amaral. Obs. Temosa um blog também http://assisbikers.blogspot.com/